A osteoporose é a principal doença óssea metabólica, caracterizada pelo enfraquecimento da estrutura óssea, deixando-a vulnerável aos impactos ocorridos durante o cotidiano, levando à degeneração e a perda gradual da densidade do osso.
Sua ocorrência está intimamente ligada à perda de cálcio ou à falta de vitamina D no organismo.
Também está relacionada com o avançar da idade, afetando mulheres pós menopausa das numa proporção quatro vezes maior do que homens e de qualquer raça.
Infelizmente é uma patologia pouco sintomática e os pacientes costumam ser diagnosticados em estágios avançados da doença, geralmente, após a ocorrência de alguma fratura.
Ainda não existe uma cura definitiva para a osteoporose, mas os tratamentos existentes são eficientes no retardamento de sua progressão e no controle das dores.

Causas

A osteoporose ocorre quando há um desequilíbrio entre a nova formação óssea e a reabsorção óssea antiga. O corpo pode deixar de formar osso suficiente novo, ou muito osso velho pode ser reabsorvido, ou ambos. Dois minerais essenciais para a formação óssea normalmente são cálcio e fosforo. Ao longo da juventude, o corpo usa esses minerais para produzir ossos. O cálcio é essencial para o bom funcionamento do coração, cérebro e outros órgãos. Para manter os órgãos críticos funcionando, o corpo reabsorve o cálcio que é armazenado nos ossos para manter os níveis de cálcio no sangue. Se a ingestão de cálcio não é suficiente ou se o corpo não absorver o suficiente de cálcio da dieta, a produção óssea e tecido ósseo pode sofrer. Assim, os ossos podem tornar-se mais fracos, resultando em ossos frágeis e quebradiços que podem quebrar facilmente.

Sintomas

Normalmente não há sintomas nos estágios iniciais da osteoporose. Mas uma vez que seus ossos foram enfraquecidos pela osteoporose, você pode ter sinais e sintomas que incluem:
• Dor nas costas e no pescoço, causada por uma vértebra fraturada ou lesão na coluna;
• Diminuição da estatura, por causa dos danos aos ossos;
• Uma postura inclinada;
• Uma fratura óssea que ocorre muito mais facilmente do que o esperado;
• Dor e sensibilidade nos ossos e nas articulações.

Fatores de risco

Uma série de fatores podem aumentar a probabilidade de que você vai desenvolver osteoporose incluindo a sua idade, raça, escolhas de estilo de vida,  algumas patologias e tratamentos.

Como prevenir e tratar

Os medicamentos utilizados estimulam a formação de massa óssea e ajudam no processo de reabsorção.

Algumas das medidas que ajudam no tratamento e na prevenção da osteoporose são:
• Alimentação saudável;
• Tomar sol;
• Evitar cigarro e álcool;
• Praticar exercícios físicos (as caminhadas são muito indicadas para o tratamento, pois ajudam na consolidação óssea).

 Complicações

Fraturas ósseas, particularmente na espinha ou quadril, são a complicação mais grave da osteoporose. Fraturas do quadril muitas vezes são causadas por uma queda e pode resultar em deficiência e até mesmo um risco aumentado de morte no primeiro ano após a lesão.

Em alguns casos, as fraturas espinhais podem ocorrer mesmo que você não tenha caído. Os ossos que compõem a sua coluna vertebral (vértebra) podem enfraquecer tanto, o que pode resultar em dor nas costas, altura perdida e uma postura encurvada para a frente.

Deixe seu Comentário